Editorial

CAPA 13

Arlindo João Uate, em “Ciência e Ideologia: Repensando a Crise da Antropologia”, reflecte sobre a história do surgimento e do desenvolvimento da Antropologia enquanto ciência da sociedade humana. Ele pleiteia que a crise do objecto de estudo da Antropologia, mais do que ser vista como uma crise científica, é fundamentalmente uma crise ideológica e política do colonialismo.
O segundo articulista desta edição é José Sumburane. Ele, no seu artigo “As Tradições Culturais e a Formação da Identidade entre os Vatonga” aborda a identidade como um conjunto de elementos uniformes, típicos e partilhados por todos. O seu debate sobre a formação da identidade é centrado em torno das tradições que marcam a vida dos vatonga. Na verdade, a finalidade do autor é mostrar que as tradições (cerimónias, rituais fúnebres e de nascimento) constroem e forjam a identidade dos vatonga.
O terceiro artigo é do Patrício Batsîkama e sustenta o seguinte título – “Em busca da Teologia Tokoista: uma leitura antropológica”. A abordagem feita neste artigo junta os elementos teológicos e antropológicos da referida religião. De facto, o autor afirma que a Igreja Tokoista criada em 25 de Julho de 1949 pelo profeta Simão Gonçalves Tokoé é de linha messiânica e possui mais de dois milhões de fiéis. O autor questiona sobre a possível exploração, estruturação e o ensino da teologia tokoista nas Faculdades.
O artigo de Henrique Francisco Litsure, o quarto, intitula-se “A Contribuição da Escola Profissional de Massinga no Desenvolvimento Comunitário (1976-2009)”. O autor da pesquisa concluiu que as razões de natureza político-ideológica, cultural e técnico, impossibilitam que a Escola Profissional de Massinga se transforme numa verdadeira ponte para o desenvolvimento comunitário.
Miguel Domingos Divovo, no seu artigo “Currículo como Projecto Político-Pedagógico: rupturas e construções pós-reforma no curso de Licenciatura em Ensino de História do ISCED de Luanda” afigura-se em quinto lugar nesta publicação. O autor conclui que é necessário pensar e concretizar políticas curriculares que busquem a construção de uma realidade democrática e participativa nas escolas angolanas. Um currículo que procure quebrar a sociabilidade impregnada de valores burgueses, neoliberais e neoconservadores, recomendáveis para a realização de uma contra hegemonia.
O penúltimo artigo, sétimo, escrito por Tiago Tendai ostenta o seguinte título: “A Problemática da Política do Reconhecimento enquanto Questão Ético-Política no Contexto da Democracia Contemporânea”. Neste artigo, Tiago sustenta que as teorias políticas deveriam orientar-se não pelo método, por técnicas ou pela própria teoria, e sim pelos problemas de seu tempo, procurando deste modo, explicitar e justificar de modo racional os princípios que assumem, confrontando-os com outros princípios que se lhe opõem e com suas possíveis implicações institucionais dentro dos Estados.
O sétimo artigo, pertence a Rute Macave, com o título “A Crise da Identidade do Sujeito Hipermoderno em Gilles Lipovetsky”. Nele a autora pleiteia que a cultura antes da época hipermoderna era uma superestrutura de signos que explicava o mundo de forma completa, orientando o indivíduo e mantendo a coesão social. Actualmente, já não se pode apreender a cultura unicamente como conjunto de sistemas simbólicos que reúnem e unificam os homens, ela é também uma força de divisão que provoca conflitos e diferenças.
Portanto, os artigos apresentados nesta edição são maioritariamente fruto de pesquisas desenvolvidas ao nível de mestrado e doutoramento. Eles debruçam-se sobre a realidade social e humana. Os autores contribuem, teoricamente, para o enriquecimento de ideias que possam ser repensadas e aproveitadas para iluminar as nossas sociedades.

António Xavier Tomo
Junho de 2018
Para baixar clique aqui

Contacte-nos

  • Endereço:
    REITORIA - Rua João Carlos Raposo Beirão nº 135 Maputo, Moçambique

  • Telefone: (+258) 21 30 67 09
    (+258) 21 32 08 60/2

  • Fax: (+258) 21 31 21 13

heraldica2

© 2017 CIUP - Centro de Informática da Universidade Pedagogica. Todos os direitos reservados.